Crie seu Flog Brasil grátis | Esqueceu a senha?

A oração do Justo pode muito em seus efeitos.

FEV17 A oração do Justo pode muito em seus efeitos.
Postada em 17/02/2008 às 13h47.

Tiago nos diz que a oração do justo pode muito em seus efeitos. Nossa oração move o coração de Deus. O Senhor fala que se orarmos e nos convertermos de nossos maus caminhos ele ouvirá as nossas preces. Um exemplo disto é a história de um homem chamado Daniel.

A história de Daniel é relatada na bíblia no livro de Daniel e ele também é mencionado em Mt 24:15. Daniel foi um grande homem de oração na Bíblia. Ele orava três vezes ao dia, e por causa de sua oração chegou a ser jogado na cova dos leões. Em Daniel 9:3 encontramos uma fórmula de como orar corretamente. Daniel fala que orou ao Senhor e jejuou, e o mais importante, pediu perdão e se arrependeu. A primeira coisa que ele faz ao buscar a Deus é confessar os pecados seus e do povo.

Devemos fazer o mesmo ao entrarmos diante do Pai. Pecados não confessados podem ser uma barreira a bloquear nossas orações diante de Deus. Filipenses 4:6 diz que não devemos andar ansiosos, mas nossas necessidades devem ser colocadas diante de Deus em oração.

A vida de Daniel nos mostra que ser jovem não é desculpa para cometer erros. Os adultos se impressionam quando uma pessoa jovem fala e age sabiamente. Estas eram as características mais marcantes de Daniel: suas sábias palavras e ações. Ele falava a verdade e agia corretamente, mesmo quando parecia que era o único a fazê-lo.Você já notou com que freqüência os maiores erros da vida começam com o seguinte pensamento: "Posso fazer isto porque todo mundo está fazendo"?

Um exemplo da sabedoria de Daniel é o modo como sustentava as suas convicções. Ele não cedia à pressão. Seus hábitos e suas convicções vinham da Palavra de Deus, e agradar ao Eterno era mais importante para Daniel do que agradar a qualquer outra pessoa. De onde se originam os seus hábitos? O que acontece às suas convicções quando você está sob pressão?

As convicções de Daniel não eram apenas crenças, elas se refletiam em todas as áreas de sua vida. Por exemplo, ele se alimentava de forma moderada e vivia uma vida de oração. Sua posição lhe dava todos os privilégios para comer o que desejasse na mesa do rei, mas Daniel optou por um cardápio mais simples e provou que esta era uma escolha saudável. Nossos hábitos alimentares são uma boa indicação do modo como estamos controlando os nosso apetites. Além disso, Daniel não se contaminou com uma comida sacrificada a ídolos. Daniel diminuiu a quantidade de comida e ao mesmo tempo, passou a orar mais. Ele se sentia bem e confortável ao falar com Deus, porque o fazia constantemente. Nem mesmo os leões puderam intervir em seu hábito de orar.

Note, entretanto, que nem sempre a oração nos afasta da "cova dos leões". A oração nos aproxima de Deus, mesmo que estejamos dentro da cova dos leões. Faça da oração uma parte integrante de sua vida cotidiana.

Lições: Palavras e atos sábios frequentemente garantem, a longo prazo, o respeito. Não espere até estar em uma situação difícil para aprender a respeito da oração. Deus pode usar as pessoas onde quer que estejam.

Versículos: "Porquanto se achou neste Daniel um espírito excelente, e ciência, e entendimento, interpretando sonhos, e explicando enigmas, e solvendo dúvidas, ao qual o rei pôs o nome de Beltessazar, chame-se, pois agora Daniel, e ele dará interpretação" (Dn 5:12)



_______________________________________________________
_______________________________________________________



A VITALIDADE DA FÉ

O profeta Daniel é lembrado por todos nós como um dos grandes profetas das Escrituras e os eventos incríveis de sua vida. Lembramos de Daniel como o homem que revelou os sonhos a Nabudonossor. Lembramos de Daniel na cova dos Leões, e também de seus amigos na fornalha acesa. Porém, há um evento em sua vida que é tão importante em sua e revela como um homem pode se manter fiel a Deus, a despeito do local onde ele vive e trabalha por tantos anos.
No final de sua vida, com aproximadamente 80 anos, lemos esse pequeno parágrafo em seu livro: "...no primeiro ano de seu reinado, eu, Daniel, entendi pelos livros, que o número de anos que falara Jeremias....era de setenta anos" (Daniel 9.2). Este é um dos trechos de seu livro que passa despercebido, pois logo abaixo há uma oração piedosa e marcante feita por ele.

Entretanto, se olharmos com mais atenção veremos um fator importante na vida de Daniel. Mesmo idoso, tendo passado por tantos reinos e anos buscando e servindo a Deus, ele ainda mantinha um costume, uma atitude que fez dele um homem especial (piedoso). Ele ainda estudava as Escrituras.

Certa feita, em uma viagem, um jovem se encontrou com um grande pregador de seu país. Um homem conhecido por sua mensagem e por sua vida. Ao encontrar-se com ele perguntou qual era o grande segredo de uma vida tão piedosa e uma mensagem tão poderosa. Ao que o pregador respondeu. Enquanto você gastar mais tempo com esta revista que com este livro (a Bíblia), saberá mais coisas a respeito desta revista do que deste livro. Daniel entendia o valor do estudo pessoal das Escrituras e isso fez diferença em sua vida.

(Pr. Carlos Augusto Dias)



__________________________________________________________


A PAZ DO SENHOR AMADOS!
Se Deus é por nós... Operando Deus... A vitória é nossa pelo Sangue de Jesus! Fiquem todos na Santa e Glóriosa Paz, amém!


...NICE do Mensageiros de cristo...

Orkut
Mensageiros de Cristo

Mensageiros de Cristo

32 anos, solteiro(a)
Diadema / SP

: P

EM CASO DE ARREBATAMENTO ESTE FLOG NÃO SERÁ MAIS ATUALIZADO!